Xows: Beioncê arrasa quarteirões e corações

8 fev

RUBENS EDWALD SÊNIOR
da Redação

Ontem, as 24h63 da noite, depois de uma longa espera, finalmente os fãs puderam gritar de felicidade (para desespero dos vizinhos do estádio, que queriam dormir), com a entrada no palco da cantora Beioncê Know What Love Iiiiiss, vulga Beioncê, batizada por causa da famosa marchinha de carnaval: “Ô Beioncê, Beioncê… Quero casar com você-ê… Entra na roda, morena pra ver…”
Ela entra e logo de cara canta seu principal sucesso em terras australopitecas: Ó, Desci com o Leite, que hipnotiza a plateia com sua extensa letra, um verdadeiro poema ao amor, escrito pelo brasileiro Chic Bwark. Logo em seguida ela engata Creme Em Nove, tema do programa Cusperpop, para delírio da apresentadora Prussiana De Menos, principalmente porquê a galera, por força do hábito, gritou “Boa noiteeee”, sem que a cantora entendesse. E por aí vai. Beioncê canta tudo e todos. Abaixo uma pequena listagem do playlist do show até este repórter dormir, lá pelas 4 da manhã:

Sensacional pleilist. Pena que dormimos pouco ontem e acabamos por não aguentar. Mas quem aguentou, não perdeu um só momento – talvez tenha empatado, devido à alguns vacilos do meio de campo. Enfim, Beioncê é Beioncê e vice-versa. Cantora, modelo, artista performática, mãe de família, pai exemplar, miss universo, mister universo, primeiro lugar no vestibular, campeã da Taça Libertadores, enfim, é essa aí a super mega hiper sala de star que está em terras lusitanas. Como diria Alecs Quidd, SEGA bem-vinda, BeioncêRubens Edwald Sênior para a Salt Cover! (Salt Cover? Existe isso ainda? Não tinha sido comprada pela Trisney?…)

Anúncios

2 Respostas to “Xows: Beioncê arrasa quarteirões e corações”

  1. Fábio Rodrigues Silva fevereiro 11, 2010 às 11:46 am #

    A última música da tracklist não seria “Shout to the lord”? [É!]

    Morri de rir, faltou o Rêlo, e Varrê a Boi (If I We’re a Boy) e o robô da DIVA na introdução da música: “Ama ama a diva, ama ama a diva… (repete umas 500 vezes passando um ano (365) cantando essa introdução)”

  2. Gustavo Alves janeiro 13, 2011 às 10:51 pm #

    Faltou a clássica das clássicas: Ilha, ilha do amor Madagascar, cantada entre 2 músicas, repetidas 5 vezes a perdido do púrblico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: