Tag Archives: Mallandro

Tevelisão: Apresentador de telejornais da Cover volta com seu programa de auditório!

25 mar
Jornal da Cover mallandro subtitleSérgio Chapelandro, apresentador do Jornal da Cover e do Cover Repórter, já deu notícias muito importantes em sua extensa carreira de noticiarista, como:

– Atenção! O muro de Berlim será reconstruído pela Erundina! Há! Pegadinha! Gluglu, meu chuchu! Pedro Mial confere direto de Berlim. Olha o muro caindo! Roda a reportagem, háá!
– E atenção! Astronauta Marcos Bridges vai pro olho da lua! Da lua! Hááa! Ele se aposentou! Se os senadores podem, porquê não ele, hááá!! Roda a matéria, meu chuchu!
– Acidente na via Dutra yesterday, eu disse because, because yesterday, yesterday!! Causado por um karrapeta em forma de guri! Yeyé! Solta a matéria!
– E atenção! Vamos com a previsão do tempo com a Maysa Matarasso! Bilu tetéia!! Será que vai chover? Háá! E aí, Maysa, setembro chove?…

Pois é. E agora, aos trocentos anos de carreira, ele consegue retornar a um antigo projeto seu, de apresentar programas de auditório: “Mas é uma emoção, é very good, very good. Eu fiz há alguns aninhos o programa Som Sem Limite, que era muito bom, tinha a Porca dos Desesperados, há, tinha as pregadinhas, tinha as chapelandrinhas, e agora estarei de volta com o nosso programa Chapelandro 9 Volts.” O nome do programa é em homenagem as baterias do microfone que ele usa, que vivem acabando (esses Sennheiser da vida, eu vou te contar, viu…) “Mar vai ser muito bom, há. Os universitários estão felizes da vida, há. Só uma pena que há 10 anos esse tal de Igor C. Barro saiu da faculdade, se eu tivesse sido patrono naquela época, ele estava até hoje, fazendo pós-doutorado com a tal da professora Cláudia e tudo, meu chuchu, háaaa!!”
Entusiasmado com o novo público, Chapelandro também promete gravar um CD de forró universitário, com canções como Asa Branca, cuja pressão na parte inferior é menor que a da parte superior, e cujo revestimento reflete todas as frequências do espectro visível simultaneamente e O Menino da Porteira que se abre em 90 graus mediante a aplicação de uma força X em qualquer parte oposta ao eixo Y. É aguardar para ver o que o pessoal da Scientific American vai dizer. Caco de Vidro Barcelos para a Salt Cover.