Arquivo | janeiro, 2010

Sacanárre! NaVis espaciais tiram o brilho de Rosalyn y S.T.D.

14 jan

É um fracacsso total a estrèia (estrëia? estrヨia? Ou estrɝia? Ah, sei lá) do longa Rosalyn y a Sua Turma Dela, uma co-(Cô)-produção da Pichar e da Cover Filmes (tá legal, a gente entrou com os vale-transportes). Infelizmente, o longa foi lançado (no lixo) por ter estreado ao mesmo tempo do que um outro filme que tem por aí: Avaтar 1 – Estamos Avatando, um filme extremamente badalado só porquê o diretor era um tal de Jeimis Camarão, o mesmo de Titanick (um filme que de tão véio que tá, até a Cover já passou na Sessão Já vai Tarde).
O que acontece é que, pra quem não sabe -mas até o meu irmãozinho de 1 ano e pouco sabe disso – os NaVis Espaciais de Estamos Avatando estão se mostrando muito mais atraentes para el público do que os personagens de RySTD.
Os NaVis são tipo uns índios azuis ciano brilhantes, logo daquela cor que os CRT’s e LCD’s não conseguem dar direito, de uns 3 metros de altura, logo correspondendo às podres noções de anatomia de Ijor S. Bastos, criador de RySTD e considerado pela crítica como “o novo Roub Llefield”.
Mesmo com os NaVis espaciais sofrendo de alguns problemas de formação cranio-facial, parece que o público resolveu não ligar pra isso de uma hora pra outra, para desespero de apresentadores como Jatinho: “É coi’ de loco, seu xarope! 15 anos atrás, quase me tiraram do ar justamente por causa de mostrar pessoas que se pareciam com os NaVis. E agora eles fazem esse grande sucesso, brincadeira meu, essa fera aí meu”, diz o apresentador, com algumas interferências ao final.
Alguém que Jatinho conheceu também concorda. Alendelom Júnior Filho, hoje com 16 anos, recebeu cestas básicas do então programa Jatinho Livre e teve seu problema parcialmente resolvido pelo programa (parcialmente, porquê a outra metade foi resolvida pelo Gilberto Bastos). Mas tem agradecer mesmo aos NaVis. “As pessoas só perderam o medo de olhar pra mim quando eu me pintei de azul. E as lentes amarelas chegam mês que vem”, diz o mais novo mutante da pracça. É, e ainda dizem que esses mutantes não faziam mais sucesso…
Com imagens de Mestre Aleijadinho, Magdalena Bongifglioli para a Saltg Cover!

Anúncios

Acorda aê, meu! Aqui é a Salt Cover dando a programação pra vocês aê

5 jan

Desculpem se o logo não é igual ao original, é esse Inkscape que não é tão versátil

GANEEEEIRO na Cover é mais maneiro! Vem aí a Minnie-Série na qual a gente aposta todas as nossas fichas, mesmo que você não curta o som! Dalva pra Ser outro Dia é a história surreal de Dalva de Oliveira Sobrinho, a brasileira precursora da música gospel americana e dos alarmes de carros, até sua trágica morte de “tsctsctsctsctsctsc” por causa da Parenta (Darcy Gonsalves). Um primor de produção (sabe aquela margarina que vende em latão de 12 litros? Pois é). E todo mundo cantando: “Dalva, comigo, como se Dalva na tribo…”

Vem aí também Tempos Hodiernos, a primeira novela escrita por Carlos Caplin. Quem diria, o cara é de cinema, detestava até ÁUDIO em cinema e agora tá escrevendo telenovelas, e de televisão? Pois é, os tempos wudaram! Nesta novela, protagonizada por Pedro Pial, cidadãos inocentes são vigiados por 345,8 câmeras, encaram diversas provas e tem que atender o Big Phone senão vão para o paredão, além disso… peraí, essa é a novela mesmo? Não é outra coisa não?

Y CRARO. Neste ano de 2010 (vinte e dez?), haveremos mais uma Copa del Mondo de Phutebor. Desta vez, na África do Sul, tchê! Desde já, nossos repórteres estão tentando chegar perto dos estádios, mas com essa segurança fica difícil… Narracção de Galpão Bueiro, João Cleber Machado, Ruiz Loberto, Sylvio Luís Ricardo, Luciano Não Vale, entre outros, comentários de George Cajuru (só na Cover ele continua trabalhando), Cracquinetto, Casagrande Senzala, Tatá Taravilha (da Turba do Titi) e muitos mais.
Todos juntos, vamos, pra frente Brasil, Brasil, torcendo pelo Écsa de 12 a zero em cima da Noruega na final, com golden goal olímpico de bicicleta de hRrRrRrRonário na prorrogação (o que fará Ronário jogar na Enefél em 2011!)
Dirseu Kabelo para a Salt Cover! Cover, a gente se lê por aqui.