Arquivo | março, 2008

ÔRaios!: Animê Vento vem aê!!

31 mar

Okay, okay! Bedidos, eu vi! Depois de ontem, dia 35 de março, na Uni! (méééé) Mersidade, vem aí mais uma lufada de ar! É a Animê Vento! Veja as atraçães que os bons ventos nos trazem, além de levar pra longe as asas da sua fantasia de Êngel Sanctuari!
animevento.pngSala Espesial: o melhor do rentái e do rentacar, apoio cultural Êivis!
Sala de Visitas: o melhor dos bibelôs de cristal, elefantes de porcelana e Vejinhas velhas!
Sala de Leitura: o melhor de lolita, gothic lolita e Visual Kay, de Vladikir Nabuckov!! Além de Lolita Bânny, de George Amado! Enfim, morram de inveja, Xiquititas!
Sala Tôkutigo e Não Abro: o melhor dos Páuer Rênjers!! E dublado pela Veteí Rio!!!
Sala Não Entro mas Nem sob Tortura: o melhor de Rái Scohol Míusical !!
Pástio Cospray: pegue as latas de spray e borrife a galera! Escolha entre laquê, desodorante, lubrificante, desodorizador de ambientes, tinta e inseticida! Só tome cuidado com os carrapichos, escondidos no mato alto…
Kara Oquê: Não é música, é o serviço de alto-falante da Uniii!!! Mersidade, que tem muito eco e ninguém entende nada: “Kara, Oquê que ele disse?” *badum, tsss*
Campeonato de dança naquelas máquina com neon no alto-falante: Cãocorra a duas vagas no Balé Boushói!
Ex-Túdio de dubrage, com dois vídeo VHS da locadora, mesa de 4 canal e microfone Le São (aqueles de vendedor de pamonhas)! Sinta a emoção de viver momentos que você nunca vai viver, pois sabe que nunca será um ator profissional com 16 anos e meio de Sela Elena como é necessário para tanto!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
E as pralestras para n00bs Crube das Uíncs é Animê?, e para nível avançado, Diferenciando manhwas de mangás Mêide in Brazyl. Não perda! Animê Vento, de 35 a 58 de março! Entrada franca, é o que o vento, digo, evento, vale! Ou 25 toneladas de alimentos não-pelecípodes.
A Uni!! Mersidade fica na Av. Contramão de Olivença, s/nº, Jardim Bota do Judas, Piraporinha do Sul do Norte, a 700 quilômetros do final da Avenida Sapopemba. Telefone você, que eles atendem. Com o apoio técnico, hospedagem, caipirinha e feijoada do ÔRaiô!, Mogno Maçaranduba para a Salt Cover.

Novelas: Resumo dos capítulos e versículos de hoje

28 mar
Olhaí olhaí! Agorrrrra a gente conta o que vai acontecerrrr nas novelas da Coverrrrrrrrr-(arf)-rrrrr! Dá o play, Maca!
PALHAÇÃO (Salt Cover, 17h) – No penúltimo capítulo da saga, Jerome (Delipe Fylon) descobre que foi traído por Jerusa (Zulema Filardis) com Jeremias (Jota Nascimento). Jerusa, após se desvencilhar de uma briga com o ex-marido, parte rumo ao horizonte com Jeremias em sua CG-125. A próxima novela da faixa é… hã… Balaço Geral? Como assim?!
CORAZÓN DE MADRE (Dá uma Pena Ver de Novo) – A novela exibida pela Cover em 1994, 1997 e 2003 ainda tem muito o que mostrar. Yolanda (Algazarra Martínez) é mãe de dos gêmeos, Rossêmaria (Currupaco Marcondez) e Mariarossê (Zuleyka Elmyra Carbajal). Um é bom, outro é ruim, mas há uma probabilidade do bom ser mais-ou-menos. Enfim, é uma zoeira, e se esta novela fosse daqui, essa turminha da pesada iria aprontar altas confusões pra cima dessa coroa! Corazón de Madre! Hoje, depois daquele programa que você não quer ver mas nem pagando!
TAPA NAKARA (Salt Cover, 19h)
– Muita expectativa na reta final da novela! Afinal, Gervásio (Acauâ Azambuja), em uma de suas primeiras experiências como cosplayer, conseguiu se classificar para o Uord Cosplay Sâmmy, no Japão, junto com sua amada Elizângela (Bia Beatriz)! Eu bem que disse que ele era a cara do Majin Boo! O que significa que ele resolveu mesmo encarar a máfia… e recebeu a missão suprema do pai de Elizângela, o dublador e distribuidor Álvaro Borges: trazer para o Brasil os cerca de 1900 episódios de Doraeman! Como ele vai viajar com 300 DVDs no corpo, isso, só assistindo Tapa Nakarrrra!!
Olhei, vi e avistei! Emerson Ayrton, direto da redação, para a Salt Coverrrrrrrr‘!

Ex-Portes: Aaaaaaah que beleza!

28 mar

Num oferecimento de Looooojas Marabrás (“Eu não pago Ekad sim, e daí??“) e de Itaipaaaarga (“A cerveja que é um doce!”) e também os meus queridos Superrrmerrrcados Safári agora em São Paulo!, no arr, mais um Grandes Jumentos do Esporrrte aqui na sua Salt Coverrr. Ao lado também do meu queridíssimo Sylvio Luiz Ricardo grande apresentador do Baú, e do meu ilustríssimo Abravalone, ponto e vírgula, esse grandessíssimo arroba number cifrão porcentagem asterisco da TV brasileira! Mas nada disto valeria a pena sem a presença dele, o maior narradorrr esportivo do mundo, Galpão Bueiro!!!
– Bem amigos da Salt Cover! Boa tarde, Wiltão, estamos mais uma vez aqui nos estúdios da Salt C… hã? Ah, sim, na cabine do Baracanã, para acompanhar mmmmais este programa que hrrreuúne a NATA da crônica desportiva do Brasil! Quem diria, hein? Nós juntos?!
– É verrrdade, só na Salt Coverr.
– Só a Cover mesmo. Parabéns. Quem ganha é o telespectador. E nós. Já te pagaram hoje?
– Beleza, Galpão. Sylvio, que nota você dá para o São Pagos, o Tricolor das laranjeiras?
– 9,364! Arredonda o seu daqui que eu arredondo o meu dali!
– Mas ele não tá chorando demais, não? Cada gorrr que eles toma, dá-lhe choradeira! Eee as 17:25 estréia Rrramás le chutaré, a nova novela das seis! Sylvio!
– Eles choram porquê é líquido. Se fosse sólido, comê-liriam-no!
– PerrrlarrmorrrdeDeus, Sylvio, o Dodóy nem começou a falarrr ainda… Abravalone, e o Timão? E o teu Timão, Abravalone?
– Barra invertida, ó minúsculo, barra! Xis dê! Vive feliz e contente em Pride Lands, junto com o Pumbaaaaa, ponto de exclamação!
– Grande Timão, o maior sorriso do rádio africano. E a Lusa, meu caro Galpão Bueiro, o pelé da pilha?
– A Lusa, é aquela história: Deus alusa quem Seu Madruga…
– Já já tem Chaves! Galpão.
– Eeeee… a Lusa é o que sempre continuará sendo, algo importante, amigo. Senão, não haveria como disputar as bolas à noite, sob o lusco-fusco dos astros e estrrrreeeeeelas da Salt Cover, Wilton Meves.
– Perrrfeito. E você, já tem cabos SIL? A BRA já foi, agora só faltam os cabos SIL! Você vai de BRA, Abravalone?
– Eu prefiro ir de QWERTY, é muito melhor, ponto de exclamação!
– Muito bem. Agora, nós vamos fazerrrrr um interrrrvalo comerrrcial, e você fica com outras postagens deste blogrrr.  Já já, nós quatro estamos de volta, o novo quadrado fantástico, que nem os inesquecíveis Didi, Dedé, Mussum e o ponta-direita Zacarias! Vorrtamos já, na tela da Coverrr.

Gornalismo: Prepheitura quer demolir xopimg senter!!!

27 mar

ÇÃO PAULO HORJEMTE! Prepheitura quer demolir xopimg senter Burbom agora que ele ceria inaolgorado! O motivo ceria que acim seria mais devertido: “Mas de que adianta demolir uma coiza que est[a em construçssão? É como dar um xute em um monte de areia em vesz de um castelo, não tem a menor grasa!”, aphirma o sub-dosub-dosub prepheito da Zona Leste, Roberto Zoelique.
Cãosultado pela no;a ekipe, o prepheito Caetano CqueSabe não quis se pronumsiar porque o seu sobrenone deve cer alemáo, algo acim. A demolissão do xomig csentr deve cer feita amanhã de a tarde , ou náo. Apressado daN00b de ;ouza, dereto da redassão, para a Çalt Cove.

Tevelisão: Ali Acolá perde o rumo, mas ganha Ipobre

26 mar

Na última oitava-feira, dia 32, o noticioso Ali Acolá, da TV Salt Cover, registrou uma cena incomum. O produtor Enófilo dos Santos, 14 anos e meio, tentava informar o apresentador Ebert Richers de que ele só tinha 3 segundos para chamar a matéria e ir para os comerciais. Ebert fez um sinal de “espere” com a mão e desferiu um violento shoryuken no produtor, seguido de duas voadoras, a segunda com o pé direito ainda sobre o ombro de Enófilo, de categoria. Enófilo, com o braço, conseguiu fazer a câmera que focalizava Ebert se mover em sua direção, o que fez o golpe ir ao ar, além de ter mostrado o misto de assombro com aplausos da platéia convidada do programa. Ebert tentava se defender, mas tendo 2/3 a menos de idade e peso do que o apresentador, era muito difícil, então ele resolve mudar de estratégia e se jogar no chão para tentar passar uma rasteira no apresentador, que cai sobre a câmera 1. A apresentadora Joyce Rivers intervêm e consegue separar a dupla, sem evitar que Ebert desfira um hadouken, que acaba atingindo parte do cenário. Enquanto isso, metade da platéia não sabe o que fazer, enquanto que a outra bate palmas com o solo de baixo elétrico feito pelo convidado Birita, que toca o tema de Zanguéf. Enfim, uma tremenda baixaria. Apesar disso, o programa registrou 94 pontos no Ipobre, sendo primeiro lugar absoluto até o final. Nem o comercial da câmera Crec Pícs com o áudio estourando fez a audiência abaixar.
Depois de assistir as fitas, Sylvio Centos, vice-presidente de opera-hahááá-ções da Cover, decidiu: o programa seguinte será apresentado por Miguel Serdão e Ted Ruxpim Submarino, um contra o outro. Assim não pode, assim não dá. Miriam Trabalhadores, de Osasco, para a Salt Cover.

Editorial: Cover.Sem pede descurpas aos ouvinte!

26 mar

Nas penúltimas horas, este blog estava com fundo e links cor-de-rosa e roxo. Enfim, estavamos totalmente shoujo sem percebermos-nos. Como se fôssemos (Dios nos libre y guarde *sinal da cruz*) phãs de RBD, HSM, Uítch, Crube das Uíncs, e demais escambais.
Estávamos tentando mudar as cores deste layout, que tem como característica poder ter qualquer cor que o usuário quiser. Só que estávamos fazendo isso através da tela de um notebook saphra 2004 cheio de riscas na vertical na tela, e o salaphrário daquele Acer Aspire, Respire, Ahhhh nos enganou! “Pensei que era um roxo, e não, era um cor-de-rosa, YEECCHHH”, exclamou Webmaster de Oliveira, editor do portal Cover.Sem, homenageando a volta às bancas da revista Mede. As cores já estão normalizadas. Segue o enterro!! Caibro Túlio Maravilha, direto de seu escritório com ar-condicionado, para a Salt Cover.

Perfil: Maysa Matarasso, apresentadora do telejornal Bom Dia Companhia

25 mar

Nome: Maysa Matarasso Marítimo Guarujá Cover.
Idade: 5 (mas dizem que 4 combina melhor com a emissora!)
Formação: Jornalista formada pela Escolinha Acarajé Feliz, com pós graduação pela Uniplof e doutorado pela Unifart.
Signo: Sou Pierceana, acredito em símbolos.
Time: Leio sempre que posso, mas gosto mais da People.

Uééé! A choradeira, na hora em que ela acontece!

Como você começou: Comecei apresentando um programa infantil, o UÉÉÈÉÉ, no berçário da maternidade. O programa só tinha crianças e nada mais, era muito bom, parecia um desenho do Espíuberg. Mas acabou por falta de patrocinadores, e por causa do cheiro no estúdio, digo, berçário, que estava um horror.
Um ídolo: Sirley Templo (apresentadora do SLP TV nos anos 70). Também admiro muito a minha diretora, Sílvia Guarujá, ela é uma lenda viva da televisão.
Um sonho: Ir à Beto Carneiro Word. Se não for possível, pelo menos à Beto Carneiro PowerPoint…
Um conselho para os que querem iniciar nessa carreira: Coloquem o transmissor do microfone na #$nda. O quê, tia? Ah, sim, no cós.
Um livro: A Grande Sereia. Já colori tudinho.
Um filme: Caló, 120 dias de Gomorra. Uma linguagem e interpretação soberbas.
Sua vida em uma palavra ou menos: Hã?
Obrigado pela entrevista. Danile Gentil, para o Caiga Quien Custar.
O quê? Quem deixou eles entrarem aqui dentro?… Segurança!!!

Gente(alha): Beluga Beloso ganha ação contra o Cântico na TV!

25 mar

Segundo a ação, impetrada pelo Reverendo Jackson no casamento da minha irmã, Beluga Beloso (filha do Ministro da Casa de Praia, Bahiano Beloso) está proibida de mencionar o Cântico na TV e não pode se aproximar mais do que 1500 km de cada um de seus integrantes. Cabe recurso, nas Nações Unidas (será que cabe mesmo??). O descumprimento da pena resulta em pena capital. A equipe do programa Caiga quien Custar felicita os colegas do Cântico na TV por mais esta vitória. Com apoio de Bento Magalhães e água de coco de Zé Ricardo Magalhães, Polichinelo Arantes, de El Salvador, para a Salt Cover.

Tevelisão: Paulenrique Xapulim é eliminado do iG Brother Barril

25 mar

O jornalista Paulenrique Xapulim foi eliminado no último paredão do iG Brother Barril com 47 milhões de votos não contabilizados pela Brasil Telecão na justiça de Nova Iorque. E já está de volta às suas atividades normais no Jornal da Cover, Cover Serviço, Banal, Lil’ School of Teacher Raymond, Tapa Nakara, Carneiros do Rodízio e demais jornalísticos da casa.
Leônidas “THIS IS SPARTAAAAAAARGH” da Silva (o patrono das bicicletas espartanas) e Raphinha (que já já voltará a apresentar o Caiga Quien Custar) continuam no páreo para ganhar 1 milhão de reais em barras de ouro, que valem mais do que dinheiro, ôemm!
Com apoio técnico de Telé Santana, Engola à Secco para a Salt Cover.

Tevelisão: Apresentador de telejornais da Cover volta com seu programa de auditório!

25 mar
Jornal da Cover mallandro subtitleSérgio Chapelandro, apresentador do Jornal da Cover e do Cover Repórter, já deu notícias muito importantes em sua extensa carreira de noticiarista, como:

– Atenção! O muro de Berlim será reconstruído pela Erundina! Há! Pegadinha! Gluglu, meu chuchu! Pedro Mial confere direto de Berlim. Olha o muro caindo! Roda a reportagem, háá!
– E atenção! Astronauta Marcos Bridges vai pro olho da lua! Da lua! Hááa! Ele se aposentou! Se os senadores podem, porquê não ele, hááá!! Roda a matéria, meu chuchu!
– Acidente na via Dutra yesterday, eu disse because, because yesterday, yesterday!! Causado por um karrapeta em forma de guri! Yeyé! Solta a matéria!
– E atenção! Vamos com a previsão do tempo com a Maysa Matarasso! Bilu tetéia!! Será que vai chover? Háá! E aí, Maysa, setembro chove?…

Pois é. E agora, aos trocentos anos de carreira, ele consegue retornar a um antigo projeto seu, de apresentar programas de auditório: “Mas é uma emoção, é very good, very good. Eu fiz há alguns aninhos o programa Som Sem Limite, que era muito bom, tinha a Porca dos Desesperados, há, tinha as pregadinhas, tinha as chapelandrinhas, e agora estarei de volta com o nosso programa Chapelandro 9 Volts.” O nome do programa é em homenagem as baterias do microfone que ele usa, que vivem acabando (esses Sennheiser da vida, eu vou te contar, viu…) “Mar vai ser muito bom, há. Os universitários estão felizes da vida, há. Só uma pena que há 10 anos esse tal de Igor C. Barro saiu da faculdade, se eu tivesse sido patrono naquela época, ele estava até hoje, fazendo pós-doutorado com a tal da professora Cláudia e tudo, meu chuchu, háaaa!!”
Entusiasmado com o novo público, Chapelandro também promete gravar um CD de forró universitário, com canções como Asa Branca, cuja pressão na parte inferior é menor que a da parte superior, e cujo revestimento reflete todas as frequências do espectro visível simultaneamente e O Menino da Porteira que se abre em 90 graus mediante a aplicação de uma força X em qualquer parte oposta ao eixo Y. É aguardar para ver o que o pessoal da Scientific American vai dizer. Caco de Vidro Barcelos para a Salt Cover.