Arquivo | No Velas! Thank you! RSS feed for this section

Acaboooolll! A novela

15 maio

Que novela? Estamos falando de Morta de Fome, a sensacional novela escrita por Manual Carlos. Vejam os melhores jumentos! Dá o play, Maca!
Elena (Araís Tarujo) termina como lutadora de capoeira em Strete Fáighter IIIrd Stráike, com um visual muito diferente do qual começou a novela: de cabelos brancos. E sem Gressín 3000! Belo trabalho dos dublês. “De cabelos brancos, mas um pau de virar tripa! Afinal ela é… Morta de Fome!”, diz o locutor Dirceu Sem Cabelo (ué, o que ele tem a ver com isso aqui?)
Trereza (Lena Cabral) encontra Elena antes de uma luta e faz o “corta aqui”, ou o underline, vertical bar, underline, ou ainda o mini hang-loose para quem, segundo ela, deixou sua filha tendo algo em comum com o Supermém (e não é o fato de voar). Elena não tem outra saída a não ser o alívio de que já já vai passar os créditos e começar o Cover Repórter. E rápido, antes que ela termine o workshop que ela começa a tomar com Nasaré Tedesco (Henata Sorrar, em participação especial).
Lussiana Jimenes (Marine Oraes) estava tetrapplégica (isto é, tinha um AiFone, um AiPod, um AiPéde e um Finkipede na bolsa, quatro produtos da Ápple, usados por ela para escrever em seu Tumblr, “P#$%ra, Lussiana!”). Mas tudo muda quando ela se perde na cidade de São Paulo e vai parar naquele lugar onde gravam os programas do Canal 21. Após ser abraçada por um homem de chapéu que ela nunca viu antes, ela volta a andar, vira dona de 5 empresas, passa a ter uma casa mais bonita que a do Fagrundes da novela das 7, e termina grávida de trigêmeos de…
– Pois é. Migué (Mateus Lunando) fica surpreso ao descobrir que os bebês que Lussiana espera são de seu chefe, o dr. Gregory Hause. Em estado de choque, Migué acaba contraindo lupus. Seu irmão, Djalma Jorge, para cuidar dele, passa a ser enfermeiro e passa a ser assediado pelos Irmãos Uárner.
Dora a Exploradora (Antoniana Giovanelli) chega a um ponto em que tem que comprovar a parternidade de seu filho com Go, Diego Armando Maradona, Go (Luigi José Paz). E para tanto, vai ao consultório do Dr. Carlos Massa pedir um Inzame de BNH. O resultado… bem, como todos já viram mesmo, foi que o coral regido por Jorjão Calos Parintins cantou “Herzlichen Glückwunsch Papa!” (Parabéns pro Papai), BWV 171, de Beethozart, para entusiasmo da torcida do River Plate.
Rapa Ela (Clara Kastanho), a outra filha de Dora, termina a novela conseguindo o tão sonhado emprego no Estúdio Q do Projeca, o de apresentar o telejornal game-show Bom Dia Brasil e Companhia. “Pleystêchon! Pleystêchon-chon!”
– De resto, temos o usuel nas novelas de Manoal: Stefhany se casa com Alexandre Pato, mesmo ele sendo de outra casta. Vovó Mafalda aplaude, emocionada, a formatura de Garoto Juca. Maria Joaquina rende-se finalmente aos encantos de Cirilo. E Picapáu parte para uma longa viagem ao lado de Zeca Urublue. Goku e Chichi se casam na Nossa Senhora do Brasil.  Chun-Li fica a ver navios no Estaleiro Verolme. E Huguinho, Zezinho e Luizinho dão adeus à Supernnanny.
E dá-lhe cenas do Pão de Açúcar e do Corcovado ao som de bossa nova: “Quais quais quais quais… Pascarigudum, pascarigudum, pascarigudum! Não posso ficar…

Pois é, e esta foi Morta de Fome, a novela mais assistida do Brasil – sim, porquê no mesmo horário passa telejornal, desenho animado e reality show, e estes são muito mais assistidos, mas fica quieto…

Acorda aê, meu! Aqui é a Salt Cover dando a programação pra vocês aê

5 jan

Desculpem se o logo não é igual ao original, é esse Inkscape que não é tão versátil

GANEEEEIRO na Cover é mais maneiro! Vem aí a Minnie-Série na qual a gente aposta todas as nossas fichas, mesmo que você não curta o som! Dalva pra Ser outro Dia é a história surreal de Dalva de Oliveira Sobrinho, a brasileira precursora da música gospel americana e dos alarmes de carros, até sua trágica morte de “tsctsctsctsctsctsc” por causa da Parenta (Darcy Gonsalves). Um primor de produção (sabe aquela margarina que vende em latão de 12 litros? Pois é). E todo mundo cantando: “Dalva, comigo, como se Dalva na tribo…”

Vem aí também Tempos Hodiernos, a primeira novela escrita por Carlos Caplin. Quem diria, o cara é de cinema, detestava até ÁUDIO em cinema e agora tá escrevendo telenovelas, e de televisão? Pois é, os tempos wudaram! Nesta novela, protagonizada por Pedro Pial, cidadãos inocentes são vigiados por 345,8 câmeras, encaram diversas provas e tem que atender o Big Phone senão vão para o paredão, além disso… peraí, essa é a novela mesmo? Não é outra coisa não?

Y CRARO. Neste ano de 2010 (vinte e dez?), haveremos mais uma Copa del Mondo de Phutebor. Desta vez, na África do Sul, tchê! Desde já, nossos repórteres estão tentando chegar perto dos estádios, mas com essa segurança fica difícil… Narracção de Galpão Bueiro, João Cleber Machado, Ruiz Loberto, Sylvio Luís Ricardo, Luciano Não Vale, entre outros, comentários de George Cajuru (só na Cover ele continua trabalhando), Cracquinetto, Casagrande Senzala, Tatá Taravilha (da Turba do Titi) e muitos mais.
Todos juntos, vamos, pra frente Brasil, Brasil, torcendo pelo Écsa de 12 a zero em cima da Noruega na final, com golden goal olímpico de bicicleta de hRrRrRrRonário na prorrogação (o que fará Ronário jogar na Enefél em 2011!)
Dirseu Kabelo para a Salt Cover! Cover, a gente se lê por aqui.

Por dentro da Cover: Muda-se a novela-se de Dá uma Pena ver-se de novo-lhes

17 set
Sacanárre! Novela não foi aprovada para ser exibida no Dá uma Pena Ver de Novo, e não se classificou nem pra repescagem

Mulheres Recalcitrantes: aquela novela com o ceguinho, as duas garotas louras e aquela menina que é filha do zelador que ofende todo mundo, entre outros personagens marcantes, com a ação se passando, como sempre, em São Gonçalo.

A Salt Cover passa a reprisar a novela Mulheres Recalcitrantes, de Manual Carlos, no Dá uma Pena ver de Novo, devido à uma decisão do STJD. O que é uma pena, pois pretendíamos reprisar uma novela engraçada, leve e descontraída para toda a família, O Astor, de Janet Claire, e que conquistou todo o Brasil, com seu enredo originalíssimo: dois irmãos gêmeos, um é bom (Joseph del Caixán) e outro é mau (Vincent Práice), se envolvem em um triângulo amoroso porquê há um mistério de quem teria matado o Conde Espátula (Bruce Li). Tem uns saites aí dizendo que essa novela teria deixado dois diretores loucos, uma das atrizes teria se suicidado, e que os protagonistas comeriam morcegos vivos que nem a Banda Quis, mas isso é intriga da bancada ruralista, como diz a atriz Teresinha de Jezuz: “Aghhhst! Blrlblrlrllrlr, blrlbmlrarpqmr blrmrlrmrlpqirllíll!!”. Tentamos perguntar mais à respeito, mas ela começou a comer pregos e não quis mais falar conosco.
Mulheres Recalcitrantes marca a estreia de atores fazendo papeis que eles nunca fizeram antes. José Metro Golduím Mayer, por exemplo, faz o papel de um sedutor donrruâ de meia-idade. Já Retina do Arte, no papel de Helen (nome de 100% das protagonistas das novelas de Manual Carlos), é uma… hã… uma Helen! E Doisberto Martins faz, pela primeira vez o papel de Doisberto Martins. Então, não pêrdam: Mulheres Recalcitrantes, hoje, depois do Jogo Alberto, na tela da Cover!…

Novelas: Resumo dos capítulos e versículos de hoje

28 mar
Olhaí olhaí! Agorrrrra a gente conta o que vai acontecerrrr nas novelas da Coverrrrrrrrr-(arf)-rrrrr! Dá o play, Maca!
PALHAÇÃO (Salt Cover, 17h) – No penúltimo capítulo da saga, Jerome (Delipe Fylon) descobre que foi traído por Jerusa (Zulema Filardis) com Jeremias (Jota Nascimento). Jerusa, após se desvencilhar de uma briga com o ex-marido, parte rumo ao horizonte com Jeremias em sua CG-125. A próxima novela da faixa é… hã… Balaço Geral? Como assim?!
CORAZÓN DE MADRE (Dá uma Pena Ver de Novo) – A novela exibida pela Cover em 1994, 1997 e 2003 ainda tem muito o que mostrar. Yolanda (Algazarra Martínez) é mãe de dos gêmeos, Rossêmaria (Currupaco Marcondez) e Mariarossê (Zuleyka Elmyra Carbajal). Um é bom, outro é ruim, mas há uma probabilidade do bom ser mais-ou-menos. Enfim, é uma zoeira, e se esta novela fosse daqui, essa turminha da pesada iria aprontar altas confusões pra cima dessa coroa! Corazón de Madre! Hoje, depois daquele programa que você não quer ver mas nem pagando!
TAPA NAKARA (Salt Cover, 19h)
– Muita expectativa na reta final da novela! Afinal, Gervásio (Acauâ Azambuja), em uma de suas primeiras experiências como cosplayer, conseguiu se classificar para o Uord Cosplay Sâmmy, no Japão, junto com sua amada Elizângela (Bia Beatriz)! Eu bem que disse que ele era a cara do Majin Boo! O que significa que ele resolveu mesmo encarar a máfia… e recebeu a missão suprema do pai de Elizângela, o dublador e distribuidor Álvaro Borges: trazer para o Brasil os cerca de 1900 episódios de Doraeman! Como ele vai viajar com 300 DVDs no corpo, isso, só assistindo Tapa Nakarrrra!!
Olhei, vi e avistei! Emerson Ayrton, direto da redação, para a Salt Coverrrrrrrr‘!