Tag Archives: Metrô

Kaos, kaos! TKTCAAAHHH…

28 set

A linha 3 do Retrô de São de Janeiro é a mais movimentada da Via Láctea. Estima-se que pelas 4 estações e meia, espalhadas em uma rede de mais de 12 metros, passem mais de 56 mols de pessoas por segundo. A maioria absoluta indo para a Z”L (“De Abençoada Memória”, para os judeus, ou “Zelê” para a galera que não mora em Jerusalém), onde todo mundo mora, vamos ser francos montoros. Todo mundo, inclusive eu e você!…

Bem, ultimamente o sistema anda dando alguns pales, algumas BSODs, o que deixa o público ligeiramente contrariado. E a última foi quando um trem parou na Estação Perdo IIº. A princípio, pensou-se que era por causa da estação, em um programa de estímulo ao uso de estações em desuso, já que o grosso da galera desce em Estudantes, no bairro de Caixa-Prego. Mas o que aconteceu em seguida é que todos os trens que estavam andando pararam, as pessoas saíram e começaram uma peregrinação pelas linhas e trilhos do Retrô. Os passageiros aproveitaram uma brecha na legislação e começaram a entoar cantigas não mais permitidas em estádios de futebol, aquelas escritas originalmente por Dersy Gonsalves. As multidões caminhavam e cantavam seguindo a canção, somos todos iguais, braços dados ou não.
Ao chegarem nas estações, a cantiga muda e passa a ser Vale tudo, de Tim Maya, também conhecida como a música tema dos lutadores de MMA. Com um ligeiro mashup de Não se reprima, pois alguns passageiros também gritavam à valer, porquê “é relaxante e faz bem à cabeça”.
Enfim, um dia deveras trancöílo na Cidade Maravidjôssa. O saldo foi de 275 reais e 38 centavos.

Depoimentos sortidos à granel
Maria Idelfonso Pajares, de 2& anos: “O ar estava irrespirável! Tinha um cabra lá dentro, de celular, que estava passando trote em um tal de Chico Butique, e estava poluindo o ar, e as janelas não abrem, então arrebentamos as janelas, como se o nosso time tivesse perdido!”
Edelweiss Prosdócimo 2 portas com Freezer, 17,4 anos: “O trem brecou de repente, pá! Aí os tiozinho tudo deu salto mortal pra frente, foi mó loco, véi.”
Torta de Maçã do Amor Gonçalves, 7H anos: “É muita irresponsabilidade! O locutor do trem mandou a gente pra aquele lugar (estação não constante do mapa do sistema) e colocou um CD do Gansos en Rouses muito alto… Esses concursos públicos não são mais como eram antigamente!”
Pedro Petronilho Perreira, P4 anos: “È inadmnissível! Vênho achi desde quando era limnha de trem puxado por búrros! A estacção Pêrdo II tinha êle próprio como lanternêiro! Núnca aconteceu semelhante mixórdia em tôdos estes anos usando o transporte públicho! Assaz escassez de intercursos carnais, ao retornar àos meus aposentos, hei deveras de proferir torpezas ao ‘Toíter’! Coracção, ésse dois, ésse dois!”
Wallace Kabomem de Oliveira, 19 anos e meio, funcionário da TV Salt Cover: “Véi, na boa. Já andei na montana russa do Preicênter, sacolejava menos, a galera gritava muito menos… e lá a gente chegava no destino na hora cerrrta!”

Os trens parados e a galera peregrinando pelos trilhos foram destaques na imprensa nacional e internacional. Um locutor da Focs Níus começou a rir ao ler os números da rede. “Desculpem, mas… parece o Cubs!  Hi hi hiiii…”
No começo da noite, o Retrô, que ultimamente não deixa passar nada embranco (inclusive opinou sobre os últimos debates e sobre as escalações das equipes na copa da África do Sul) soltou uma nota. Desafinada, mas tudo bem. Já já vai ser jurado do Xou de Calouros!

Comunicado do Retrô de São Paulo expõe a visão imparcial e isenta dos fatos tais quais este se apresentam.

Comunicado do Retrô de São Paulo expõe a visão imparcial e isenta dos fatos tais quais este se apresentam.

Com imagens de Mestre Vitalício, Albino Negresco para o SP VT !

Anúncios