The Bay lost that lovin’ feeling… whoops, sorry, Doryval Caími

18 ago

O Brasil perde um de seus maiores gênios musicais: Doryval Caími, autor de canções que, mesmo com mais de 60 anos, ainda não entraram em domínio público saíram da cabeça do Brasil. O povo canta os versos de cabeça, como se tivessem saído de algum livro sagrado, ou de algum episódio de Poquemòn, por exemplo…
Eu vou no shopping, Samantha, eu vou/ Vou de pisante importado, é claro que eu vou/ Celular incrementado, eu vou/ E vou jantar Bigue Méque eu vou/ Eu vôo/ E se eu não fôr é porquê/ o vôo/ foi interrompido pelo overbooking…
– Omar… Quando quebra na praia… Chama o guincho…
– Chalalá, head, chalalá mυsic play / Do whaτ ţhε mυsic say /Yoυ wanпa… kιss the giгl…
– Mão na mão! Pé com pé! Bate a cabeça/ Já sabe o que é / É o гock do Roпald… Roпald Rεagaп
– Erê erê, ererêrererê… /
Erê erê, ererêrererê… / Erê erê, ererêrererê…
– Umbrela, ela, ela, ela, ê, ê, ê, ê…
– Ao sol que arde em ItapoãAAAI…
– Não tenho nada/ Mas tenho, tenho tudo/ Sou rico em sonhos/ E pobre, pobre em ouro…

– Larará, larará rará rará lá… Larará, larará lará lará… RI MAIN!!
– Talvez eu seja/ simplesmente/ como um chine/lo /ve/ lho, mas se ainda você me quiser…
– Шћat a ƒεєliпg…
Stalkiп’ iп the shadows by thє light of the mooп/ It’s likє a prisoп and thє пight is a cєll/ Goiп’ aпywhere has gotta bє heavєп tonight/ ‘Cause stayiп’ herє has gotta bє hєll…
Meeeeeмoгy…
Galopeeeeeeeee(…)eeeeeeeeeee(…)eeeeiraaaaaaaa….
Ah! Ah! Ah! Ah! Ѕтaчιпg alive! Ѕтaчιпg alινє!… Ah! Ah! Ah! Ah! Ѕтaчιпg alive! Ѕтaчιпg alινє!…

Vamos agora aos depoimentos sobre a partida, que terminou em 0x0 no tempo regulamentar e em 7×6 nos pênaltis.
Johnny Gilbert, criador da New Bosse: “Puts!”
Puts que Tosco Girl, do Iú Túbio: “Ei, essa fala é minha!”
Lengalenga, líder da banda Lonely Tunes, que contracenou no cinema com Carmina Miranda, para quem Caími compôs várias músicas: “O que é que há, jovem?…”
DJ Avan, cantor: “E nésse abismo que rédime/ Me apaixonei, sem fingir-me/ E ao cair, aqui Caími… Ademã.”
Jerry Jobín, co-criador da New Bosse: “…”
Doutor Roberto, da Desciclomedia Foundation: “Ei, essa fala é minha!”
Dlalma George, radialista georgiano: “Amigo-lhes… Morrrreu-se-lhes. Os Doryval, ténica!”
Sylvio Guarujá, lenda viva da televisão: “Um garoto que tinha muito talento. Inclusive, já cantou no Shou de Calombos, e levou nota 10 da Almacy de Areida!”
Anaquin Escaiuálquer: “Doryvai… Eu sou seu pai!”
Solanje Trazão, personal trem: “Está aí a prova, gente! A falta de atividade física mata! Doryval Caímmi morreu!!!”
Didee Mocó Colesteral Sonrisel Novalgina Mofungo: “Ih! O véio dançou!”
Adamo Salvaje,  dos Mits dos Bâsters: “Uma perda irreparável para a música brasileira, assim como Berri Wháite e Jêimis Bráun.”

Uma informação surpreendente é que, na verdade, segundo seus philhos, Doritos, Nárnia e Danilo Gentilli Caímmi, Doryval faleceu em 1980, mas ao contrário de Dersy Gonsalves, que se fué de repente, ele resolveu morrer aos poucos, em sua velocidade peculiar, sem que ninguém notasse. Até nisso ele foi sensacional, morda-se de inveja, Dêivid Blêine! O Brasil ainda se lembrará com saudades de Doryval Caímmi durante muitos anos. Mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: